Resenha - Como Eu Era Antes de Você

quinta-feira, março 20, 2014

Título Original: Me Before You
Autora: Jojo Moyes
Número de páginas: 320
Lançado no Brasil pela editora Intrínseca


Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.
Volto a escrever para o blog trazendo a resenha de um dos livros que mais mexeu comigo nos últimos tempos. Antes, devo dizer que sou suspeita, pois me apaixonei pela escrita de Jojo Moyes desde A Última Carta de Amor, primeiro livro da autora lançado no Brasil (e que vou resenhar, mais tarde).

Situado em uma pequena cidade turística na Inglaterra, o drama de Como Eu Era Antes de Você tem como protagonistas duas personagens: Louisa Clark e Will Traynor. Começando pela moça: Lou, já com seus vinte e seis anos, vive uma vida pacata. Mora na casa dos pais, junto de sua irmã (mãe solteira de um pequeno menino que também mora com a família) e seu avô, trabalha como garçonete em um café e namora Patrick (um cara que não é bem um príncipe encantado) há sete anos. A rotina fez com que Lou se acomodasse, acostumando-se com um pequeno salário que não era suficiente para seu orçamento e uma rotina completamente sem graça. Mas um fato muda todo o cenário de sua vida: o proprietário do café onde trabalha resolve fechar o estabelecimento e Lou se vê desempregada.

Não tendo experiência nenhuma com qualquer outro tipo de trabalho, Lou conta apenas com a ajuda de um currículo péssimo e o centro de empregos da cidade, onde tenta arranjar uma vaga qualquer. Acontece que o único cargo que lhe cabe é o de cuidadora de um tetraplégico. O trabalho, apesar de assustador, oferece um bom salário, fazendo com que ela aceite a oportunidade.



O tetraplégico acaba por ser Will Traynor, um ex-advogado que amava curtir a vida ao máximo, apesar da grande quantidade de trabalho. Tinha uma bela namorada, amava os esportes radicais e fazia viagens sensacionais, nunca se prendendo à Londres, cidade onde trabalhava. Por culpa de um descuido, um acidente levou de Will a capacidade de ser independente. Preso à cadeira de rodas por dois anos, ele se transforma em um homem completamente diferente: amargo, rude e sem vontade de viver, afetando todos a sua volta.

“Sabe, você só pode ajudar alguém que aceita ajuda.”

Lou ingressa nesse cenário confuso e melancólico focada no dinheiro extremamente necessário para sua família, uma vez que Will não faz com que seu trabalho seja fácil. Extremamente mal-humorado, ele não colabora com a mulher e faz com que ela perceba que o que antes parecia pouco tempo - um trabalho temporário de seis meses -, pode ser, na verdade, uma eternidade. Mas com a ajuda do enfermeiro de Will, Nathan, e do tempo, a convivência entre eles melhora gradativamente. Sem mais brigas, ambos abrem espaço para a construção de certa intimidade e amizade entre os dois.

Após dar-se conta do que toda aquela situação se trata, Lou é forçada a deixar o trabalho. Mas logo retorna, a pedido de Camilla, a rígida mãe de Will. A partir desse ponto, Lou traça um objetivo: fazer com que Will enxergue que ainda lhe restam coisas boas na vida, mostrando-lhe as belezas de se estar vivo. Os dois passam a compartilhar momentos únicos, adquirindo novas experiências e assumindo novas mudanças em suas vidas.

Por serem completos opostos, Lou e Will complementam um ao outro de forma realista e sensível. Louisa tem uma mente fechada, uma vida limitada e nenhum plano para sua vida. Will já viu o mundo, viveu a vida e sabe reconhecer as oportunidades. Ela o ensina a reencontrar a beleza e a felicidade nas coisas simples. Ele a ensina a expandir seus horizontes e enxergar seu potencial. Ambos estimulam-se a viver.

"Poucas coisas ainda me fazem feliz, e você é uma delas."

Como Eu Era Antes de Você faz com que seus sentimentos estejam em uma constante montanha-russa. Repleto de bons e maus momentos, o livro te faz caminhar pela dor e pela alegria de um romance sutil inserido em um drama muito complexo. A história é muito mais do que parece. Se trata de amadurecimento e descoberta pessoal. É sobre saber como viver e entender a vida. É sobre as marcas que ela deixa, assim como as pessoas. É sobre o impacto que uma pessoa pode causar na vida da outra. É sobre o amor, que existe em todas as formas e circunstâncias.

Jojo Moyes nos conta uma história triste e alegre ao mesmo tempo, angustiante e cheia de vida, fazendo com que o leitor lute contra o pensamento óbvio e imagine (reze, peça, implore!) por um final diferente. É difícil formar um julgamento dos fatos, uma vez que a situação é muito delicada e acredito que só vivendo-a na pele de Will seria possível entendê-la. Por isso, da minha parte não há julgamentos; eu apenas o entendo. É impossível não ser tomado pela leitura e fazer uma reflexão sobre o sentido de tudo aquilo que classificamos como "viver". Como Eu Era Antes de Você é daqueles livros que não acaba na última página. Ele continua preso à sua mente, te fazendo questionar por muito tempo. Sofri, chorei, vivi com as personagens, os amando e odiando diversas vezes, e não queria deixá-los. Por fim, compreendi a lição final do livro, percebendo sua profundidade e aceitando que de fato essa é a vida. Não há um controle, muito menos uma resposta "certa".

Muito bem narrado (não apenas pela protagonista Lou, mas também por outras personagens), Como Eu Era Antes de Você é uma obra absurdamente comovente e corajosa, mostrando a escrita impecável da autora. Cada página vale a sua atenção. Lindamente sensível, encantador, emocionante e realista. Posso classificá-lo como um dos meus favoritos; não só pela autora, mas pela mensagem que ele traz.

OBS.: o livro vai virar filme! Os estúdios da MGM já escolheram os roteiristas: Scott Neustadter e Michael H. Weber, os mesmos de 500 Dias com Ela e A Culpa é das Estrelas (baseado no livro homônimo de John Green), que estreia em junho deste ano. Podemos esperar maravilhas, não acham? Assim que saírem mais novidades, postarei por aqui.

You Might Also Like

14 comentários

  1. Sou doida pra ler os livros da Jojo. Tenho os três lançados no Brasil em minhas estante mas o tempo não tem cooperado comigo e nunca consigo ler =( Essa história parece uma mistura de tudo o que gosto: drama, romance, desafios... Meus olhos encheram de lágrimas só ao ler sua resenha, imagina só quando eu ler o livro? haha

    Mil beijos!
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Jojo é realmente incrível! Super recomendo a leitura! :) Obrigada pelo comentário! Beijos.

      Excluir
  2. nossa essa resenha ficou muito boa... e uma coisa que eu gosto desse blog é o nome! poderia visitar o meu http://decidindose.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário e pelo elogio! Visitarei seu blog, com certeza!

      Excluir
  3. Olá, tudo bem? Adorei o post e o blog também, já estou seguindo. Que tal uma visita no meu blog? Ficaría muito feliz com sua presença, abraços ;)

    Literam♡re

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelos elogios! Visitarei seu blog! :) Beijos.

      Excluir
  4. Oi Dani,
    Sempre via esse livro por ai, chamava a minha atenção, mas eu passava por ele, depois de ler a sua resenha, noto que preciso tê-lo. Obrigada pelas belas palavras e por me mostrar o que estou perdendo. Beijocas Elis!!!

    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelos elogios, Elis! Super recomendo a leitura. A Jojo é fantástica! Beijos.

      Excluir
  5. Olá, Dani
    Tudo bem?
    Sou super ansiosa pra ler algum livro dela, e apesar de nunca ter lido esse, morro de vontade. Todo mundo me fala muito bem sobre ele, amei a resenha!!
    Beijos*-*
    Território das Garotas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois leia logo, Poli! Não sabe o que está perdendo! :) obrigada pelo elogio. Beijos.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...